Vale a pena ter um cão

"Um cão não vê utilidade em carros elegantes, nem em casarões, nem em roupas de grife. Um graveto serve para ele. Um cão não se importa se você é rico ou pobre, talentoso ou sem graça, inteligente ou burro. Dê a ele o seu coração e terá o dele. De quantas pessoas você pode dizer isso? Quantas pessoas o fazem sentir-se único, puro e especial? Quantas pessoas o fazem sentir-se extraordinário?" (John Grogan)

Uma de minhas paixões de 2010: Os labradores. O motivo da minha paixão? Depois de ler o livro Marley e Eu de Jonh Grogan. Quando peguei o livro pra ler de fato estava curiosa, e realmente me disseram que era linda a história, mas só não pensei que fosse me apaixonar por Marley o personagem, e ficar louca por labradores. Devorei o livro literalmente, amei a história, foi legal viver o desenvolvimento de Marley do início ao fim. Pretendo ter um labrador por enquanto, até porque minha mãe não pode nem sonhar que eles acabam com plantas e tudo que veêm pela frente no quintal de casa (risos). Mas eles são de verdade o "cão família", são os cães mais inteligentes do mundo, ele também é calmo, não é agressivo, protege o dono e chega dar à vida por ele, eles se apegam fácil, e não pense em ter um labrador e deixá-lo sozinho, ele é emocional e isso permite que ele entre em depressão se sentirem sozinhos. (Depois de muito ler sobre eles pra essa descrição. rs) E me identifiquei com o jeito que eles são, me apaixonei de verdade e teria milhares deles acolhidos aqui em casa se eu pudesse. Enquanto isso tenho milhares de fotos, me informo tudo sobre eles e também costumo à ficar com os olhos brilhando quando vejo alguns deles por aí, completamente apaixonada por aqueles bichinhos dóceis e peludos. Recomendo que leiam o livro, é linda a história. E cuidado pra não ficarem apaixonados também.

 Essa não é minha labradora, mas meus olhos brilharam ao vê-la, pedi que o dono deixasse tirar uma foto. E essa ao lado direito da foto é minha prima, que mesmo achando um pouco bizarro o que fiz, me acompanhou. (risos)

O dono da labradora foi paciente e muito gentil, permitiu
que eu ficasse namorando ela por alguns minutos! rs


"Vale a pena ter um cão". Um beijo, Ana!

2 comentários:

Leilson disse...

Eu tenho um dalmata, ele é muito legal, é um agregado da família, dá um pouquinho de trabalho, mas vale a pena ter um cão.

:*

Anônimo disse...

Que legal! Mas o cão da foto não é um Labrador! É um Golden Retriver, ambos são cães retrievers e são muito parecidos, tanto na aparência quanto no temperamento. Cachorro é tudo de bom!

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!