tempo


Quando penso em al
go sobre o decorrer do tempo, vejo meus sonhos passando como se fossem nuvens. Acinzentadas, ou almofadadas como algodão. Ora tristeza, ora alegria. Mesmo perto, estão distantes, parecendo encaixar em um mundo diferente. Onde está aquela alma, que submete a entrelaçar a palavra mais bonita? Me cabe o silêncio, que me trás a companhia, de que nada sei, e de que nada vivi. Contraditório ser sonho, e ser medo. Ser eu, e ao mesmo tempo, não ser quase ninguém.

14 comentários:

Marcus Natir disse...

Como são legais os seus dizeres! Sempre fico aqui, imaginando!

Dayane Pereira disse...

Ana querida quanto tempo!
Olha, vc é tão jovem e por isso tem todos esses questionamentos.. até eu que sou mais velhinha, rs, ainda tenho minhas dúvidas e crises existênciais!
E pra falar a verdade, isso é tããão gostoso, né!

Beatriz Lopes disse...

Você é muito sábia Ana, e suas palavras, mesmo que não haja intenção, transmitem muita serenidade. Esse post me lembrou uma frase que me cutucou na cabeça hoje "Ás vezes, é preciso tirar os pés da lua, pra não ficar sem chão."
-
Te indiquei para o meme 11 coisas + 11 perguntas, onde você fala sobre 11 curiosidades da sua pessoa, e responde as 11 perguntas que formulei. Caso se interesse, ficaria muito feliz em conferir aqui suas respostas! Beijos, ótima semana!

Thalita Paiva disse...

Bem contraditório. Bem eu.

Tá lindo.

Letícia Giraldelli disse...

E que graça teria a vida se fosse tudo 100% de certeza, 100% de uma coisa só?

Gostei do seu texto, menina.

Pedro Menuchelli disse...

Concordo com a Leticia, Ana.

As vezes, fico pensando como seria se nós tivéssemos a certeza de tudo, como seria nossa vida se tudo fosse previsível. Talvez, sofrimentos seriam amenizados e a vida seria mais fácil. Mas, qual realmente seria a graça disso tudo?

As vezes, é preciso parar e perceber que a vida é complicada demais. É complicada, mas não devemos desistir. Sempre levar adianta aquilo que queremos e deixar de lado tudo aquilo que nos faz mal.

Desejo que dê tudo certo!
Um grande beijo,

Pedro

Lorena Rocco disse...

Tempo é esquisito, né?
As vezes tenho a sensação que estamos andando em círculos, sempre.

enfim,
=*

Rita Freitas disse...

Interessante este texto, reflete a dicotomia do ser humano. Palavras de alguém com muita profundidade...

Beijinhos

Juliana Skwara disse...

Que lindo texto! Tão honesto, sincero e cativante! Nunca desista dos seus sonhos, eles são uma das coisas mais preciosas que o ser humano carrega durante a vida!
Grandes beijos querida e volte sempre :)

Gugu Keller disse...

E como o tempo passa em silêncio...!
GK

diuliana kuspik disse...

o tempo faz de tudo com a gente, nos faz de gato e sapato e ainda assim a gente penetra os pensamentos nele.

lindo teu texto, reflexivo.
beijos, Diuliana

Amanda Z. disse...

Já pode me ensinar a escrever tão bem assim ok? (:
Sua linda, adorei o texto, apesar de triste.

Beijos
www.diariodelooks.com
@diariodelooks

Carol Barboza disse...

Ahh, é assim mesmo Ana!
Às vezes temos um mundo inteiro dentro de nós. Outrora, em tempos mais tristes, parece que não temos nadinha... Lindo texto.
Beijo e ótima semana pra vc
 Just Carol

Maria Carolyne disse...

Nós temos tantas faces, tantos sonhos, tantos anseios, tantos desejos que fica quase impossível descobrir quem realmente somos. Inconstantes, talvez? Bonito texto!

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!