Medos mútuos


Deixarei um pouco a impressão
de que os medos balançam as estruturas.
Onde o peso me esmaga, e tortura
as minhas vitórias.
Que possivelmente serão assim,
imprudentes limitações.

Deixarei o cansaço que me abate
a mesmice dos dias, em que

o fracasso, dilata os sonhos,

que por medo, se deitam

e adormecem sem ter o intuito

de morrerem para sempre.

Menosprezo-me pela grande
capacidade de ir e tentar,

para somente fugir desse labirinto

que até onde vejo,

é o desafio até a chegada.

Por fim, a capacidade não me parece
mútua, mesmo sabendo
que eu posso
ser forte
, e grande o bastante,
para carregar
todas as dores pro mundo.

13 comentários:

Thalita Paiva disse...

Lindo!
Sempre é bom deixar o medo de tentar de lado e ir ''viver'' e arriscar um pouco. Pois a vida é isso aí... viver intensamente. E ei, você é forte sim; até mais do que você imagina.

bjs

Isis Purificação disse...

Goostei! viver é arriscar sempre.bjs

Diego Gomes disse...

Talvez não possamos ser grande o bastante para carregar todas as dores do mundo, mas devemos ser fortes para mantermos firmes nossas idéias e atitudes.

Beijos.

Carol Barboza disse...

Lindo lindo lindo! Com palavras tão verdadeiras assim, você é capaz de carregar todas as dores do mundo... E de maneira única, singular! :)
Beijo e uma semana maravilhosa pra vc Ana
 Just Carol

O Profeta disse...

O meu pranto escondeu as sílabas de uma palavra
O meu céu não precisa de Sol para ser azul
A minha emoção transbordou nesta clara manhã
Tal como as incontidas águas que correm para sul

Este Inverno que o meu querer instaurou
Tem o rosto coberto por densa bruma
Tem a força de todas as marés esta emoção
Que devolvi hoje à espuma

Doce beijo

Letícia disse...

Sim, nós somos fortes o bastante! Arriscar sempre. Esse é o preço da vida!

Um beijo flor. ;*

Rita Freitas disse...

É verdade, os sonhos por vezes adormencem mas não morrem para sempre e nós humanos, somos mais fortes do que imaginamos.
Gostei muito, muito bonito.
Abraço

AquilesMarchel disse...

quem nao aguenta a pressao se destina a miseria
as dores do mundo são para poucos belo poema

prazer aquiles

Juliana Stott disse...

E eu sempre me encantando com as suas palavras! Belo poema, Ana!

Bjs,
Ju.

Yohana Sanfer disse...

Que escrita doce e bonita! Bom vir aqui! bjs

Ira Buscacio disse...

Os sonhos são maiores que a realidade, assim, só assim é que carregamos todas as dores do mundo.
Muito bom!
Bjinhos

Amanda Z. disse...

Já pode me ensinar a fazer textos lindos assim ok?
Eu quero aulas =D
Você escreve muito muito bem! <3

Beijos
www.diariodelooks.com
@diariodelooks

Antônio LaCarne disse...

menina, que poema lindo! muito inspirador. dias lindos aí pra vc! ;)

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!