céu



Se a vida fosse como da janela,
De um anoitecer do céu, do azul royal
Das estrelas, as mais bonitas
A lua em seu sobrepeso real
E o clarão fazendo sinal,
De um amanhã
Que outrora fosse:
"Eu" sombra, e sol.

18 comentários:

Gugu Keller disse...

O pé da poetisa
Não o chão mas o céu pisa
GK

Jaci Macedo disse...

Que coisa mais amável. Beijo, coração.

Gabriela Freitas disse...

Que bonito Ana.
Estou com saudades daqui... ):

Ira Buscacio disse...

Aninha, que bela respiração! poeta de prosa e verso.
Bj grande

Beatriz Karen Lopes disse...

Que poesia mais gostosa. Me lembrou a lua linda que vejo pela janela toda noite, ao voltar da aula. Beijos ;*

Inercya disse...

Amo o céu e tudo o que está 'estampado' nele *-*

Isis Purificação disse...

Que bela poesia! ;D
bjs

Carol Barboza disse...

Ahh Ana, apesar da correria e do tempo curto para visitar os blogs, aqui é passagem obrigatória!
Lindas palavras, como sempre :)
Beijo e uma linda semana pra vc, querida
 Just Carol

Yohana Sanfer disse...

Sabe o que eu acho mais magico na poesia? É que a gente pode achar lindo e tocante e nem assim alcançará o sentimento exato que tomou o poeta ao escrever...a emoção é única! Bjs...lindas palavras!

Ariana disse...

O céu , a lua. Fontes de inspirações.
Bela poesia flor!

Beijos

Letícia Giraldelli disse...

Estou em dúvida do que é mais bonito... O seu poema ou o seu sorriso ali no canto direito da tela.

vish

Fique mais um segundo... disse...

Oi, Ana, boa noite!
Saudades daqui! Estive viajando de férias por trinta dias.
Maravilhoso poema. Alguns cantarão "se a vida fosse", outros dirão que "a vida é..."
E a poesia de viver e sermos uma hora sombra da terra e outra reflexo da luz do sol sempre emergirá nos corações que se debruçam sobre o desejo de ser feliz com o que são e com o que têm...
Um beijo carinhoso, poetisa
Doces sonhos
Lello

Yasmin Vizeu disse...

Tenho uma paixão enorme pelo céu. Acho que ele representa um pouco do que é a vida: diferente a cada dia. Ou há chuva, ou sol, ou estrelas, ou nuvens... E as nuvens nunca estão no mesmo lugar de sempre, ou com o mesmo formato. Adorei!

Dani disse...

Como o céu pode ser inspirador, não é mesmo?
Lindo esse pequeno poema.
Beijos

diana disse...

gostei muito, sigo :)

Dayane Pereira disse...

Se a vida fosse... creio que ela pode ser!
Só depende da imaginação de cada um!
E a sua pode viajar pra longe.. ^^

Zuza Zapata disse...

Passando para deixar um beijo, quanto tempo linda!

Beijos doces!

Zuza

Maria Carolyne disse...

Que lindo poema!

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!