O meu eu

Imagino. Rio sozinha e sou do “bom” agrado. Começo histórias sem dia previsto para fins. Modifico pensamentos. Sonho alto com a terrível sensação do medo de não concretizá-los. Quem me vê assim há de pensar que eu não tenha “falta de confiança em mim mesmo”. Pois bem, eu tenho. Embora, seja um “medo” terrível. Observo o que as pessoas têm de melhor e prefiro a ausência daquelas que detêm coisas não favoráveis. Gosto das palavras boas e “atoas” (somente as que me tiram bons sorrisos). Nada de pressa, um tanto não organizada, e adoraria usar um óculos de aro vermelho. Posso ouvir você contar de todos os seus sonhos e compartilharia todos os meus. Gosto da timidez, e inteligência me atrae. E gostaria de reunir esse tanto de “eu” em um dia só, e ouvir a boa música. Sou um tanto sem sentido, porque resolvo mudar sem deixar de ser quem eu sou, quase sempre. No meu “eu” cabe tanta coisa, porém sou constante devido às mudanças. E uma abundância de indecisão. Já escrevi um texto sobre “alguns poréns” e lá eu relato bem do que eu gosto e de fato me fazem um bem muito grande. E nos desvios e caminhos pode ser que eu goste, ou não. Que eu me magoe ou fique muito feliz. O que eu mais tenho pra mim é planos e sonhos, o resto eu faço e algumas são do meu “agrado”. Humanos e sonhos sempre me vem como duas palavras fortes e não me pergunte por quê. Talvez pra mim mesma, quem sabe eu consiga responder. Não me visto de outras faces, mas tenho bastante coisa em comum com muita gente, então não venha dizer que eu sou completamente diferente. Costumo tentar entender as pessoas. Não sou engraçada, tiro bons sorrisos de quem me têm por perto e isso no máximo seria uma pessoa extrovertida. Gosto sim de sorrisos abertos e de rir até a barriga doer. E me descrever assim não seria nenhum “propósito”. Mas eu não sei por quê também. Meu “eu” espontâneo chega a ser confuso, mas creio que é do bom “agrado”. E quando eu me silencio é pra não expor os amargos da alma.

24 comentários:

Narciso disse...

Adorei o texto :)

Zuza Zapata disse...

Lindo descrição, lindo texto!

Pessoa interessante você.

Beijo grande

Zuza

Luna Sanchez disse...

Muito prazer em conhecê-la, então.

Um beijo.

Inercya disse...

É bom se mostrar quase que por inteira. Gostei de conhecê-la ;D
;*

Laís Pâmela disse...

Você é incrível linda então,
Adorei demais seu auto-conhecimento, amei mesmo.
Ficou perfeito!
Beijos.

martasousa disse...

Seria mesmo (:
Beijo!

PauloSilva disse...

Agradecido. Aceitei o seu pedido no facebook, querida. Um beijo enorme *

Amanda Z. disse...

Adorei te conhecer melhor com esse texto! (:
Que como sempre me deixa encantadas com suas belas palavras Ana!

Beijoos
www.diariodelooks.com

Narciso disse...

Obrigado pelo comentário..
gosto muito da maneira k escreves :)
bj

Carol Barboza disse...

Oi Ana, vc é uma fofa... adorei conhecê-la melhor!
me identifiquei muito com essa parte 'Sou um tanto sem sentido, porque resolvo mudar sem deixar de ser quem eu sou, quase sempre. No meu “eu” cabe tanta coisa, porém sou incostante devido às mudanças' ameei!
Beijo e ótima quinta-feira pra vc queridona
 Just Carol

Emi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Emi disse...

''Não me visto de outras faces mais tenho bastante coisa em comum com muita gente, então não venha dizer que eu sou completamente diferente.'' e ''No meu “eu” cabe tanta coisa, porém sou incostante devido às mudanças. ''
Adorei o texto, e em muitos aspectos me identifiquei com você, principalmente nestes dois trechos. *-*
Lindo, lindo o blog, flor! Parabéns!
Beijos!

Dani Regis disse...

UAU, super me identifiquei com este texto!!

Besos
Dani Regis
www.miestilomimoda.blogspot.com

daniela fernandes disse...

Você sim, é linda!! Obrigada *.* escreves bem, gosto bastante!

Moni Abrao disse...

Fico tempo sem entrar no blog e quando retorno vejo esse texto lindo! Seu talento é belíssimo, dom!
Continue sempre e sempre assim!
Boa noite
Beijos

Thalita Paiva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thalita Paiva disse...

''E quando eu me silencio é pra não expor os amargos da alma.''
E quando me silencio é pra não tirar o belo sorriso do rosto que sempre trago. pois é, igual a mim. Hahaha!
Amei o texto e amo a forma como escreves, já te disse isto?

BEIJO DOCE!

Débora disse...

aain como você é toda fofaaa *.*
gostei mt em saber como as pessoas são parecidas comigo kk
amei o blog
dá uma passadinha no meu?
http://www.thespaceofdebora.blogspot.com

obrigada, sucesso pra você ;*

Dayane Pereira disse...

Muito sincera em suas palavras. Gosto dos seus texto de autodescrição. Também gosto de escrevê-los; Parece que assim a gente se conhece mais né =)

Grasiele Souza disse...

Que meiga, você é tão fofa.

Carol disse...

Lindo o seu cantinho!
Fico encantada quando vejo pessoas tão jovens como você escrevendo tão bem e com tantos sonhos tão bonitos!

Te visitarei outras vezes!
Um beijo meu!

Taís Abambres Tayar disse...

Ana, adoro os seus textos!!!
Você é uma escritora fofa demais! Até para se descrever!
Desejo uma ótima semana!
Bjos, Taís

Glamour e Glacê

http://www.glamoureglace.com

Any Brasil disse...

muito bom o texto, prazer em conhecê-la
trendluxo.com.br

daniela fernandes disse...

obrigada ana, és muito querida :D

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!