Sobre

Sobre o escuro, cinzas e tribulação.
Sobre o cançaso, a derrota e a dor.
Rejuvenesce tão pobre coração.

Sobre medos, vazios e atormentos.
Sobre injustiça, distância e fadigas.
Grito socorro em quanto á tempo.

Sobre falta, castigos e indecisões.
Sobre tempos monótonos e correria.
Sinto paz, mesmo quando há solidão.

Sobre barreiras, picos, sobre coração.
Nada é maior do que o laço
infinito de duas mãos.

20 comentários:

Carol Barboza disse...

Oi flor, tô passando pra conhecer seu cantinho e meldels, que texto maravilhoso é esse... Amei demais viu Ana, tá de parabéns! Lindo lindo!
Beijo e ótima quarta-feira pra vc

C. disse...

Sigo também ;)

PauloSilva disse...

Muito bonita sua poesia, vou seguir, claro!

Narciso disse...

Ainda bem ke gostas-te :)
vou começar a seguir o teu..
Obrigada!

Iza Volpato disse...

adoorei o blogger,
poesiaa linda d+

beijão
momentoglamour.blogspot.com/
estou te seguindo ( se puder da uma passadinha por lá tambem ♥

Marii disse...

ainda bem que gostas-te :D
sigo-te também babe :D

Su disse...

Oi Ana Luiza!
Tudo bem?! Lindos seus textos, na verdade li apenas esse "sobre" e vc parece ser muito madura para uma menina de 15 anos. Parebens!

Beijoo

Gabriela F disse...

muito bom Ana, parabens.

Abraão Vitoriano disse...

te seguindo porque diante da sua poesia
senti-me maior

beijos,
do menino-homem

fique com Deus!

Carol Barboza disse...

Oi Ana! Poxa eu fiquei tão feliz com o recadinho que vc me passou, obrigada de coração! São atitudes como essas que tornam-se as principais e melhores inspirações pra mim! Obrigada meeesmo, tá!
Beijo e uma maravilhosa sexta-feira pra vc!

Paulo Henrique Silva Medeiros disse...

Ana, você vai longe! Parabéns! Gostei muito daqui;
Muito obrigado pela visita. Te Seguindo'

c. disse...

adorei a tua descrição!
e a poesia também, estou seguindo.

Jana disse...

Nossa, lindo seu texto. Continue.

Prabéns pelo blog. Beijo

Lara Oliveira. disse...

Que maravilhosa tua poesia, sério, o final ficou lindo! Amei o "infinito em duas mãos", me fez pensar em várias coisas que o amor gera.. Enfim, parabéns!

Moni Abrao disse...

Que lindo! gostei bastante da poesia, mas adorei seu perfil*-*
Concordo com o Paulo Henrique que disse acima que você vai longe, uma verdade isso! Parabéns
estou seguindo
Beijos

Pedro Menuchelli disse...

O amor gera tantas coisas que são TOTALMENTE desconhecidos ao homem. Hoje em dia tudo é muito comprado, as pessoas se esquecem totalmente do que realmente tem valor na vida delas e acabam invertendo os valores emocionais e racionais na sua vida, até que eles parecem só um.

Gostaria de agradecer pelas lindas palvras em meu espaço e dizer que tenho um carinho especial por você Ana. És uma menina centralizada e que é mega inteligente com suas palavras. Te desejo muita paz e muito amor para escrever sempre assim, com essa forma muito linda.

daniela fernandes disse...

Muito obrigada , gosto que gostem do que escrevo :D
eu vou-te seguir :)

diana disse...

obrigada minha querida , também adoro o teu , e sigo óbvio :3

Thaís. disse...

Olá Ana, primeiramente eu quero agradecer pela sua visita e comentário no meu cantinho. Fico muito feliz que você tenha gostado do modo como eu escrevo e que tenha ficado íntima dos meus textos. Ao chegar aqui deparei-me com tamanha doçura em forma de blog. Preciso falar que adorei a sua descrição, que me possibilitou de saber um pouco mais sobre você e soube deixar um mistério no ar.
E amei a poesia. Poesias me lembram infância, porque eu as escrevia quando era menor. Adoro poesia, são encantadoras. E você escreve bem, com a alma.
Lindo, lindo. ''Nada é maior do que o laço
infinito de duas mãos.''

Um beijo grande e um abraço apertado, da sua mais nova leitora, @pequenatiss.

Amanda Z. disse...

Nossa Ana, como você escreve bem :D
Adorei *-*

Beijos
http://diariodelooks.blogspot.com/

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!