Hoje a saudade é a ponta da conversa

Eu vejo você em todos os detalhes. Gosto do seu sorriso largo, e aquele seu jeito de cuidar de mim. Não me recusa e fica o tempo todo ali, ouvindo tudo e nada. E fica brincando com meu sorriso. Você diz sempre que está tudo bem. E sobre controle, o meu coração vê em você o que hoje poucas vêem. Eu falo de amor, mas é amor de verdade, e eu não precisaria dizer como é, eu apenas sinto e você sabe. E te reconhecer cada dia, seria te querer por todos os instantes. E tudo está sobre o que construímos pra nós, dos retratos de nós dois, dos planos que fizemos por todo esse tempo, da confiança e desse pilar onde o amor, somente o amor é sustentado. E entre nós vejo tanta coisa. Vejo o nosso começo e percebo que em mim tem muito de você desde do dia em que te vi. A gente sabe aonde o amor aperta, e também aonde nos conforta. Mas ele aconchega em qualquer lugar. E ter certeza desse amor, é saber que você estará sempre por perto. Sim, eu consigo enxergar isso. Eu sei de todos os seus sorrisos e todas as formas que você é. Da doçura do beijo e o perfume que exala suavemente quando nos abraçamos. O nosso amor é como aquela canção que dizemos ser nossa e essa saudade que sinto, toda vez que fico longe de você.

24 comentários:

Gabriela Freitas disse...

que lindo este texto, serio mesmo, muito lindo! *-*
segue no twitter? www.twitter.com/porragabis

Vanessa Carvalho. disse...

Lindo de se ler.

Pedro Menuchelli disse...

A saudade é a prova mais valiosa de que tudo que passou valeu a pena. Todos nós temos que viver com um pouco de saudades, porque isso nos prova que tudo que fizemos e passamos foi relativamente bom. O fato de sentir é algo meio ruim, porque dói. Mas se fosse possível, aposto que todos nós voltaríamos para aquele momento especial que faz máxima diferença em nossa vida. Nem tudo o que passou realmente fica no passado , o que vale mesmo a pena é aprender e guardar os momentos mais importantes na memória.

Ana, te admiro muito. Você é extremamente linda com suas palavras. Um grande beijo.

mari disse...

Oie!
nossa, que show seu espaço aqui ein!
Amei!!
ah,te encontrei na comu dos Blog's! :D
To seguindo viu...
Segue ? ^^
um super beijo e Muiiiito Sussesso aqui tá!? (:
:*

http://lmlovse.blogspot.com/

Carol Barboza disse...

Eu vejo em você palavras lindas e bem combinadas que dançam e encantam em forma de texto e poesia! Aiiin Ana, adoro teu cantinho e teus posts lindos... você é preciosa! Obrigada pelos recadinhos lindos lá no blog!
Beijo e ótima semana pra vc querida

JanaFerraz disse...

Venho, com toda a alegria, agradecer o teu carinho.
Sua presença é muito especial para mim.
Quanto á sua postagem, nossa, o amor é mesmo o sentimento mais sublime. Que os anjos abençoem essa sua união e que vc seja muito feliz.

www.misturadinamica.blogspot.com
Bjs

Érica disse...

Saudade... o efeito mais coleteral e notável do amor! quando amamos sentimos saudade até qndo não há distância!

amei seu blog querida! tô seguindo ;)
bjãO

Ninha disse...

As vezes, quando sentimos muito a falta de alguém, começamos a procurar essa pessoa em todos os lugares. Nas praças, nas praias, nos restaurantes... aonde estamos, procuramos essa pessoa. Seja num sorriso, num olhar, numa mania, tanto faz. Mas quando encontramos com essa pessoa novamente, depois de tanto tempo de saudade, percebemos que nada mais importa. Porque junto com essa saudade, sempre houve amor, como você mesma disse.
Belo texto, Ana (minha xará :3). Voltarei mais vezes.

Maciel Amaro disse...

Oii estou te seguindo!
Ficarei muito feliz se vc visitar o meu blog e me seguir tb :)
Bjs

http://conversadeblogueiro.blogspot.com

Maciel Amaro disse...

Obrigado sempre estarei por aqui também :X

Luna Sanchez disse...

Tão bonitinho quando tudo vai bem, né?

;)

Um beijo.

Roberta Melo disse...

E viva o amor! Sentimento lindo de se ter...
Gostei muito do seu blog ;]

Elisama disse...

Que lindinho ^^

Grasiele Souza disse...

lor estou aqui pra dizer que finalmente as tranformações do blog aconteceram... TUDO NOVO: Novo nome, banner e etc...

Antes era Achados da Grasi e agora é Metade Fútil...

Espero que goste (:

Bejo

http://www.metadefutil.com/

Jéssica S. disse...

Que texto doce! Ah! Melhor ainda é unir as saudades!

Amanda Z. disse...

E mais uma vez eu chego aqui e me deparo com esse texto extremamente lindo e realmente encantador (:
Parabéens Ana ^^

Beijos
http://diariodelooks.blogspot.com/

Jana disse...

Seus textos sempre são muito fofos, muito lindo mesmo.

Entra lá no meu blog, deixei para ti um selinho

Beijos

Luana Espindola disse...

Lindo texto, de verdade. *-*
Seu blog é uma fofura, e gostei bastante de seus posts. Parabéns. Muitos beijos *-*
http://thebloodstream.blogspot.com/
Luana Espindola

A verdade nua e crua disse...

Curtir demais esse texto... Que amor lindo velho.. Quero eu sofrer, mas amando, saudade é bem legal, quando se sabe que logo irá ver a pessoa!

Abraço!
@juhhouse

Cabeça Feminina disse...

adoreeei o blog e estou seguindo!!


qnd tiver um tempinho, de uma passadinha no meu?


bjooos

http://cabecafeminina.blogspot.com/

Pedro Menuchelli disse...

E mais uma vez, eu por aqui né? Acho que você já deve estar se acostumando a ver a minha foto com meus comentários toda segunda por aqui.. hahaha Mas fico feliz. Fico feliz porque você consegue mostrar todo seu sentimento através de um texto maravilhoso e objetivo. Em todas as vezes, precisamos da saudade para aprender a dar valor tudo o que temos. É preciso perder o ar para dar valor a vida, é preciso perder amigos para dar valor à amizade. E em tudo é assim. Ganhamos de um lado, perdemos do outro, mas a vida não para. Não para e é preciso saber continuar após cada decepção e obstáculo vencido.

Um nobre texto, adoro muito tudo por aqui. Um grande beijo, de uma pessoa que está sempre aqui, pro que precisar,
Pedro

Lara Oliveira. disse...

Quanto amor nesse texto, ficou lindo. Dá até uma saudadezinha de se apaixonar...

O Profeta disse...

Calcei luvas, branca e negra
Afastei os braços ao abraço
Encontrei um pássaro feliz
As uvas são amargas no Mês de Março

Anos, dias, vidas que se perdem da vida
Voltaram com o Sol as Andorinhas do Mar
Quantas vagas correram adiante
Quantas perdidas penas entre o partir e chegar

E as pedras da ilha…
As pedras da ilha não têm idade
Não tem limite o amor quando é amor
Não tem medida a extensão da saudade

Doce beijo

Dayane Pereira disse...

O bonito do amor é a intimidade, coisas únicas só do casal, cheiros, gostos, músicas..

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!