Dois


Debaixo dos pensamentos
cercados de um amor indefeso,
ficavam olhando as estrelas
Corações afagados, sem
distinções
Eram bobos e loucos
Faziam fogueira dentro de si,
e sorriam atoas
Pareciam tolos
Mas trocavam silêncio, enquanto
a alma fazia barulho,
debaixo do quieto risonho
de seus sonhos, sob o escuro
da imensidão.

9 comentários:

Carol Barboza disse...

Ahhh, que texto mais lindo Ana!
Super apropriado pro momento 'Dia dos Namorados'...
Amei os versos 'Mas trocavam silêncio, enquanto a alma fazia barulho' :))
Beijo, tenha um ótimo feriado linda!
 Just Carol

Bruno Angeli (Reqqiem) disse...

Passando para aspirar pureza.

Gugu Keller disse...

De amor a rigor só se fala em silêncio.
GK

Inercya disse...

Dois: a soma perfeita! :)

Gabi Gomes disse...

Que poema lindo. Adoro escrever, mas não sou muito boa com poesia, admiro quem consegue ^^

Gabriela Freitas disse...

Que doçura Ana, adorei. *-* Você escreve muito.

Beatriz Karen Lopes disse...

Que coisa mais linda de poema! Incrível, como suas palavras ultrapassam o computador, a mente e alcançam o coração da gente!
Pois bem, fiz vestibular seriado em 2010, pra Universidade Federal de Viçosa, mas não havia lá nenhum curso que eu gostaria de fazer. Estive na casa de alguns amigos e acredita que eles me falaram que vão mudar pra Alfenas?! Quem sabe eu apareço um dia aí, mas pra gente poetizar um pouquinho!

Beijos, bom fim de semana!

diuliana kuspik disse...

senti o calor nessas linhas! lindeza pura

Amanda Z. disse...

Lindo lindo <3
Adoro seus textos, você sabe né?
Um encanto esse!

Beijos
www.diariodelooks.com
@diariodelooks

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!