Amar

Eu sabia que o amor viria à qualquer hora, atrevido sem bater na porta, roubando a cena. E desvairando de todo meu coração. Tirando dele alguns vestígios de lembranças, tomando totalmente conta dele. Eu também sabia que na hora certa eu ia me deparar com um olhar aonde eu pudesse encontrar a forma mais linda de amar. Sim, a mais linda. Construí pra mim exatamente uma verdade. Deixei me levar, e me entreguei absolutamente aos cuidados do amor. Comecei a amar cegamente, e foi aí quando eu percebi que amávamos juntos, que estava em minhas mãos esse amor, que ali já estava dois corações e duas almas completas. Comecei a entender o porque das dúvidas quando a questão é saber o que é amar de verdade. Não existe definição, existe saber amar. E amar é mesmo essa afinidade de duas almas.   

2 comentários:

Velha da Lua disse...

Demorei, mas cheguei. Retribuindo o comentário e a visita... E agora, seguindo :)

Dayane Pereira disse...

Amor é mesmo muito complexo, sei disso pois hoje amo intensamente e quando paro para pensar, me confundo, me entendo, me confundo denovo.. E essa sua descrição está perfeita, não há definição, não há porque querer definir, é apenas sentir.

Postar um comentário

Sua opinião é importante e valiosa. Obrigada por visitar!